domingo, 17 de fevereiro de 2008

LIGA VITALIS - 19ª Jornada : Portimonense 1-0 Gondomar


FINALMENTE RESPIRA-SE...


MIGUEL ÂNGELO, CENTRAL GOLEADOR (4º GOLO ESTA TEMPORADA), CARIMBOU A 3ª VITÓRIA CONSECUTIVA. O PORTIMONENSE "MATOU O BORREGO" FRENTE A UM GONDOMAR QUE VENCEU EM PORTIMÃO NAS DUAS ÚLTIMAS DESLOCAÇÕES. DEPOIS DE JÁ TER TIDO A BÓIA DE SALVAÇÃO A 7 PONTOS DE DISTÂNCIA, O PORTIMONENSE DEIXOU OS LUGARES DE DESPROMOÇÃO. PARABÉNS RAPAZES!


Miguel Ângelo decisivo!


Num relvado enlameado, devido à chuva que se abateu sobre Portimão durante todo o dia, o jogo foi pobre tecnicamente, sendo muito jogado no meio-campo. Jogo muito físico, fruto de um terreno que foi ficando cada vez mais impraticável com o desenrolar dos minutos de jogo.
Inicialmente pensava-se que os forasteiros iriam beneficiar das condições climatéricas, mas os alvinegros cedo mudaram o rumo do jogo.
Aos 16 minutos, o central Miguel Ângelo aproveitou uma defesa incompleta de Murta (o tal que em Gondomar tudo defendeu frente ao Portimonense, no empate 0-0) , que poderia ter feito bem melhor, após cabeceamento de Raphael Freitas a corresponder a um livre marcado por Ricardo Pessoa, para inaugurar o marcador.
O Portimonense dominou a primeira metade da partida, sem no entanto criar perigo, tendo aberto o activo na sequência de um lance de bola parada e na única vez que se aproximou da baliza contrária.
Na segunda parte, com as substituições efectuadas por Nicolau Vaqueiro, o Gondomar conseguiu assumir o domínio do jogo e empurrar o Portimonense para junto da sua área, mas os seus avançados raramente importunaram o guarda-redes Mário Felgueiras. Luciano e Cícero tiveram nos pés excelentes ocasiões para marcar, mas os seus remates falharam o alvo.
Nos minutos finais e aproveitando o adiantamento do Gondomar, o Portimonense, por duas vezes, em lances de contra-ataque, poderia ter marcado o segundo golo. A oportunidade mais flagrante foi por intermédio do estreante Volkov, que fez um chapéu sobre o guarda-redes gondomarense, mas um defesa contrário salvou em cima da linha do golo. Vouho ainda tentou beneficiar do ressalto, mas o pontapé de bicicleta saiu por cima.
O Portimonense conquistou 3 pontos muito importantes. Na 2ª parte, os homens de Gondomar carregaram no acelerador e empurraram o Portimonense para a sua defesa, no entanto sem resultados práticos.
Arbitragem de João Capela sem influência no resultado.
Referência para uma alteração na convocatória do Portimonense. O brasileiro Solimar, eventualmente por se ter ressentido de uma lesão contraída ao longo da semana, foi preterido em detrimento de Codó, que tinha alinhado pelos Juniores no dia anterior.
Face aos resultados desta tarde, o Portimonense, depois de ter estado a 7 pontos dos lugares de salvação, subiu ao 14º lugar, com 2 pontos de vantagem sobre Penafiel e CD. Fátima. Transfiguração completa do Portimonense na 2ª volta do Campeonato, depois de ter conquistado apenas 9 pontos na primeira metade da prova. Em 4 jogos realizados na 2ª volta, o Portimonense conquistou 10 pontos, fruto de um empate e três vitórias consecutivas, que fazem do Portimonense a equipa com mais pontos conquistados na 2ª volta, até ao momento.
Na próxima jornada, agendada para o próximo domingo (24 de Fevereiro), o Portimonense volta a jogar diante do seu público, desta feita com o Stª Clara.


FICHA DE JOGO


Estádio: Municipal de Portimão.
Árbitro: João Capela (AF. Lisboa).
Assistência: cerca de 500 espectadores.

Portimonense: Mário Felgueiras; Ricardo Pessoa "cap.", Miguel Ângelo, Wellington e Emídio Rafael; Nuno Prata Coelho, Tarantini e Tchomogo; Paulo Sérgio (Carlitos, aos 67'), Raphael Freitas (Volkov, aos 63') e Gonzalo (Vouho, aos 74').

Suplentes não utilizados: Michael Etulain, João Vítor, Douglas Codó e Pimenta.
Treinador: Vítor Pontes.


Gondomar:
Murta; Marco Cadete (João Fernandes, aos 63'), Vítor Frois, Idalécio (Norinho, aos 59'), Rómulo, Zé Alberto (Zequinha, aos 36'), Feliciano, Luciano, Hugo Soares, Fernando Aguiar e Cícero.

Suplentes não utilizados: António Filipe, Nelsinho, Fabeta e Tinho.
Treinador: Nicolau Vaqueiro.


Ao intervalo: 1-0.
Golo: Miguel Ângelo (16').

Cartões Amarelos: Tarantini (36'), Wellington (90') e Douglas Codó (92'); Idalécio (15') e Luciano (79').


OS TÉCNICOS

"Felicito os jogadores das duas equipas pela forma como se bateram num estado de terreno pesado. Conseguimos uma vitória justa, complicada e muito difícil. Quero dar os parabéns à equipa, porque venceu um jogo muito complicado."
Vítor Pontes, Treinador do Portimonense

"Pelo que se passou em campo, o resultado é injusto. Sofremos o golo de forma inocente, infantil, mas tivemos mais oportunidades para marcar e não aproveitámos."
Nicolau Vaqueiro, Treinador do Gondomar

21 comentários:

Anónimo disse...

onde escucho el jogo? en ke radio? porfa!!!!

Anónimo disse...

isso de termos controlado toda a partida... quem lá esteve sabe que não foi bem assim. mas os 3 pontos ja ca cantam

Anónimo disse...

Estou constipado mas não faz mal 3 pontos.Vamos fazer uma vaquinha para por uma pala.

Miguel disse...

ainda nao ganhamos nada, vams manter os pes bem assentes no chao..
agora cada jogo pode ser uma final.. força portimonense!!

Miguel Menezes "miGLã0" disse...

Não controlamos o jogo, muito pelo contrário. Após o nosso golo foi o Gondomar a ter maior ascendente até ao final do encontro e passamos por alguns calafrios, mas a sorte acabou por estar do nosso lado.

A partida tambem não teve poucas oportunidades de golo. Na minha opinião teve ainda um belo punhado delas, sobretudo na 2ª parte, e quase todas para o Gondomar. Mas nós também dispusemos de 3 ou 4 lances de contra-ataque, que melhor aproveitados teriam dado golo. Inclusive num deles Volkov, o reforço sérvio de inverno, lançado por Vouho, encontra-se cara a cara com o guardião gondomarense, driblou-o, picando para uma baliza aberta, mas no entanto, um defensor contrário ainda conseguiu cortar a bola, ficando a dúvida se dentro ou fora da baliza. Na recarga Vouho de bicicleta atira por cima, esbanjando igualmente uma grande oportunidade

Com a substituição do trio atacante Paulo Sérgio (condicionado pelo mau estado do terreno), Raphael Freitas (esteve abaixo do que tem mostrado nos ultimos jogos) e Gonzalo (esteve bem na 1ª parte), por Carlitos, Vouho e Volkov, passamos a perigar a baliza defendida por Murta com lances de contra-ataque, algo que não estavamos a conseguir até então.

Quero destacar a bravura com que os nossos jogadores se bateram e defenderam o resultado, num terreno em mau estado agravado pela intempérie que se fez sentir.

Vitória muito dificil, muito saborosa e muito importante para nós, que finalmente conseguimos sair dos lugares de despromoção.

É um excelente ciclo de 3 vitórias consecutivas e 4 jogos sem conhecer o sabor da derrota, algo que já há muito não se via pelas bandas de Portimão.

Estão todos de parabens :D

Paulo disse...

De facto concordo com o Miguel, ate marcar o golo, o Portimonense jogou muito organizado, pratico, e sem nervos, em suma, muito bom.
Com o golo, era de prever a reacção do Gondomar,e assim aconteceu, aí o Portimonense não esteve tão bem, mais nervoso, mais inseguro.
Segurança e fluidez de jogo, por banda do Portimonense, só mesmo com a entrada de Volkov e Vouho, ja nos ultimos dez minutos.
Uma nota para Volkov, tem toque de jogador, sabe ler o jogo, alguma falta de confiança, foi o motivo para nao marcar golo hoje, e tem uma força de braços impressionante, lançamentos laterais que mais parecem cantos.
Força Portimonense.

Paulo disse...

A bola não entrou na baliza, eu estava mesmo na linha da baliza e o defesa cortou ainda fora.

Anónimo disse...

o portimonense é a equipa com mais pontos na 2ºvolta

Anónimo disse...

Uma assistencia vergonhosamente historica numa boa vitória, quem decidiu tirar a pala são os culpados

Nuno disse...

Livramos do Martins a tempo.

Esse gajo já arranjou trabalho?

Miguel Menezes "miGLã0" disse...

Agora é que reparei, cartão amarelo para Codó!? Ele nem jogou!

Miguel Menezes "miGLã0" disse...

Peço desculpa pela minha ultima intervenção. O Codó não jogou, mas efectivamente levou cartão amarelo, porque pontapeou uma bola para longe, estando no banco :D

Anónimo disse...

Sr. nuno

Engraçado como o tempo apaga a memória das pessoas.... antes da saida de luis Martins estavas exactamente na posição que ocupas agora!!!! o que n quer dizer nada!!!! Além disso estavas na taça da Liga e Taça de Portugal!!!

n sei bem quem saiu mais a perder!!!

Das mentes perversas e mesquinhas n reza a história!!!

Paulo disse...

Acho de muito mau gosto estar sempre a bater no ceginho.
O Luis Martins já nao consta na ficha jogo, logo deixemos o homem em paz.
Todos os profissionais, certamente fazem o melhor na empresa onde trabalham, com bons resultados, maus resultados, todos queremos desempenhar bem o nosso papel, em futebol não há grande diferença, o Prof. Luis Martins merece o mesmo respeito que o Amilcar, o Pacheco, o Diamantino e todos os outros que representaram o Portimonense.
Assim sendo peço a toda a massa visitante deste Blog o favor de comentar, avaliar, debater, criticar ou elogiar os actuais funcionários do PSC.
Chega de mesquinhices, por favor, obrigado.
Força Portimonense.

Nuno disse...

Peço já desculpa se ofendi alguêm, lloll

Mas quando atacavam a chamar de tudo a quem dizia educadamente seja o que for de nagativo do Martins, isso já não fazia mal

Não me venham com moralismos

"antes da saida de luis Martins estavas exactamente na posição que ocupas agora!!!!"

é mais facil estar em 14º à 6º jornada do que à 19º. E o Vitor Pontes já tem as mesmas vitorias que o martins teve na liga vitalis.

"Além disso estavas na taça da Liga e Taça de Portugal!!!"

A taça da liga até o penafiel chegou à fase de grupo e está em 15º, uma competição sem interesse emque os mais fortes jogam com equipas B

A taça de Portugal ainda não se tinha jogado nada, assim é facil não ser eliminado, llloll
Mas perder com o Sertanense, acho que foi uma vergonha, culpa também do Vítor Pontes que não soube dar motivação.

João disse...

Bem posso dizer que foi um bom jogo!
Destaco os minutos antes do golo e reparei que parece que metade da equipa é boa, metade é má...
Nota positiva para o guarda-redes e a defesa, se bem que houve uns lances em que apareceram isolados em frente á baliza...o meio-campo, com Nuno Coelho, grande jogador! Tchomogo,um bocado trapalhão, mas esforçado! Tarantini não tocou muitas vezes na bola...enquanto Paulo Sérgio,Raphael Freitas e Gonzalo tiveram um pouco apagados...
Dos que entraram, Volkov parece reforço, naquele lance, tirou muito bem o guarda redes da frente e não marcou por azar, Vouho, parece ser bom jogador, mas é muito perdulário...então no lance do pontapé á bicicleta...Carlitos, um desastre, perdeu bolas atrás, pareceu entrar cansado...realmente penso que não tem lugar neste plantel!

PS: Destaque para a bola lançada para o campo por Codó, poderia ter começado ali um lance muito perigoso de contra-ataque...

Anónimo disse...

"Acho de muito mau gosto estar sempre a bater no ceginho." é das coisas mais simpaticas que se chamou ao martins

Anónimo disse...

nuno

é por causa de adeptos como tu, que o Portimonense Sporting Clube se mantém vivo!!! Ainda bem que és feliz!!!!!!
És só mais um ultra frustrado por todos os anos estar a lutar para n descer de divisão e acabar nos ultimos anos a resolver as coisas na secretaria ou com desistencias de adversários!!!!

Saudações futebolísticas!!!!


PS - pq n vais para treinador?! já que és tão bom!!!!!

Anónimo disse...

O que é ser um ultra?

Anónimo disse...

"ultra frustrado" é o que o nuno é :)

Anónimo disse...

oh meu caro,continuas sem responder a questão "o que é ser ultra?" e já agora "no Portimonense existem ultras?"