domingo, 23 de março de 2008

Luciano Martins - Reportagem na Finlândia



Luciano Martins - Reportagem na Finlândia
por Pedro Azevedo "Guetov"


O Blog do Portimonense foi à Finlândia, mais concretamente a Lahti, uma cidade que fica a cerca de 140 km a norte de Helsinquía para se encontrar com Luciano Martins, um brasileiro que brilhou ao serviço do Portimonense nos anos 80. Após uma Entrevista publicada no passado Verão e que revelou a todos aqueles que a leram alguém que guardou o Portimonense e a cidade de Portimão para sempre no seu coração, desta vez fomos mais longe e passámos alguns dias na sua companhia.
Após uma longa jornada que começou por volta das 9h da manhã em Lisboa e que terminou às 22h, depois de uma escala em Estocolmo, de uma ligação de autocarro entre Helsínquia e Lahti, fomos recebidos por Luciano Martins que prontamente nos levou ao seu restaurante Mamma Maria (http://http//koti.phnet.fi/mammam/), uma pizzaria localizada no centro de Lahti e onde fizemos a entrega de duas ofertas da Direcção do Portimonense a Luciano, um cachecol e uma camisola autografada por todo o actual plantel do Portimonense. Durante os quatro dias que permanecemos na Finlândia, Luciano foi de uma simpatia e hospitalidade imensas, pelas quais aproveitamos desde já a ocasião para lhe agradecer e encontramo-nos desde já a envidar todos os nossos esforços para trazer Luciano e a sua família, a Portugal e a Portimão.





Luciano não esqueceu um único pormenor da sua passagem pelo Portimonense, desde pessoas a locais, passando pelos inúmeros jogos que disputou ao serviço do clube do seu coração. De colegas a dirigentes, adversários e funcionários do clube, Luciano deixou em Portugal muitos amigos, não só em Portimão mas também em Vila do Conde. Deu para perceber que os tempos passados no Algarve foram os melhores na vida deste brasileiro natural de Porto Alegre e que ainda muito jovem trocou o Brasil pela Tailândia e que se encontra há largos anos radicado na Finlândia.


Nas instalações do F.C.Lahti


Depois de ter terminado a carreira no F.C.Lahti, Luciano continuou ligado a este clube como Treinador, tendo já assumido por algum tempo a equipa principal, estando neste momento mais direccionado para as Camadas Jovens.
Luciano chegou ao Portimonense na companhia de Salomão, outro brasileiro, e rapidamente deu nas vistas como goleador, tendo feito abanar as redes das balizas de inúmeros clubes, entre os quais, Benfica, Sporting e F.C.Porto. As sua exibições fizeram que mais que um clube estrangeiro demonstrasse interesse na sua contratação. Na época, tal como agora, vários clubes passavam pelo Algarve em Estágio, aproveitando o facto dos Campeonatos dos seus países pararem devido às condições climatéricas. O Homburg foi um desses clubes, que acabou por pagar ao Portimonense 40.ooo contos pela sua contratação. Luciano acabou por voltar ao Portimonense e por cá ficou mais algumas épocas.


Camisola oficial do F.C.Lahti


Aspecto do Campo de Treinos do F.C.Lahti coberto de neve


Luciano teve como companheiros no Portimonense outros jogadores de grande craveira como Nivaldo, Guetov, Skoda, Major, Alain, Cadorin, entre muitos outros, guardando todos eles na memória e no coração, com todos manteve um óptimo relacionamento, tendo tido atravês do Blog do Portimonense a oportunidade de voltar a contactar alguns deles como Nivaldo e Alain.


Uma algarvia, um brasileiro, uma finlandesa e um alfacinha, unidos pelo Portimonense


Chegou a Portimão com a difícil missão de substituir Serge Cadorin e acabou devido às suas características por marcar golos e dar nas vistas como um avançado de bom porte atlético que mais parecia ser oriundo da Finlândia e não do Brasil.
Inesquecível a forma como gelou o antigo Estádio da Luz ao fazer um golo ante um Benfica bem diferente dos dias de hoje, recheado de vedetas nacionais e internacionais. Nunca dava um lance como perdido e lutava até à exaustão, tendo ficado para sempre na memória daqueles que o viram jogar ao serviço do nosso clube.


Contra o Belenenses no Estádio do Restelo


Insatisfeito pelas perdidas de Demirev, caminha atrás do ex-capitão do Belenenses, o saudoso José António


Luciano e o seu melhor amigo, o defesa central Major, actualmente a viver em Inglaterra


Contra o Sporting em Alvalade, recebendo um passe de José Pedro


A primeira foto à chegada a Portimão na companhia do seu compatriota Salomão


Para além do Portimonense, Luciano demonstrou uma enorme nostalgia pela cidade de Portimão, pela gastronomia lusa, etc... Hoje, encontra-se completamente adaptado à vida na Finlândia mas não esqueceu a Ponte Velha, o Estádio do Portimonense, o cheiro a sardinhas assadas e os momentos gloriosos com que brindou as suas exibições ao serviço do Portimonense.
Ficamos então à sua espera para o receber em nossa casa e nunca conseguiremos ser tão hospitaleiros como Luciano o foi para nós!
Para ti Luciano e para a tua família um grande abraço do Pedro "Guetov" e um beijinho da Vera "Marafada".
Até breve amigo, foste e continuas a ser muito grande!



1 comentário:

Simõesonov disse...

Desculpem lá mas um post destes não pode ficar sem comentários.

Parabéns ao Guetov pelo trabalho. Aqui está uma viagem que me faz inveja!

Agradecimento também ao Luciano pelo muito que deu o Portimonense. Pelos vistos não se esqueceu de nenhum detalhe, inclusivamente do cheiro a sardinhas :)