domingo, 4 de maio de 2008

Liga Vitalis - 29ª Jornada: Estoril-Praia 0-1 Portimonense






Jogo muito bem disputado com ambas as equipas a procurarem o golo, sem grandes preocupações defensivas.

O Estoril-Praia a demonstrar a razão de ser uma das equipas sensação da Liga Vitalis. Os atacantes Cesinha e Dagil a darem muito trabalho à defesa Portimonense, onde a dupla de centrais constituída por Nuno André Coelho e Wellington está a acusar alguma falta de rotina (Miguel Ângelo cumpre castigo).

O Portimonense também tem criado oportunidades de golo, sobretudo devido à rapidez de Carlitos e Paulo Sérgio, e à mobilidade dos seus laterais.
Solimar tem acusado alguma falta de ritmo.

O Portimonense procura criar perigo sobretudo em lances de bola parada. Gonzalo tem sido o jogador mais solicitado mas não consegue aparecer em posição de rematar.
O Estoril, claramente com as oportunidades mais flagrantes, dispôs de 3 lances de golo iminente com os seus avançados a aparecerem na cara de Mário Felgueiras, onde só a manifesta falta de pontaria explica o nulo.

Ao intervalo, o nulo é lisonjeiro para o Portimonense.






2ª parte incaracterística. Estoril mais perigoso no ataque.
As entradas de Vouho e Raphael Freitas trouxeram alguma agressividade ao ataque do Portimonense. Aos 75 minutos, grande jogada de Raphael Freitas e Vouho a marcar o primeiro da partida.

Após o golo, o Portimonense está melhor na partida. Tarantini, num remate de primeira, obriga o guarda-redes estorilista à defesa da tarde, evitando o golo da tranquilidade.

O público presente nas bancadas do António Coimbra da Mota gelou por completo...

Tarantini, Raphael Freitas e Vouho são autênticos "quebra-cabeças" para os defensores estorilistas. O 2º golo esteve próximo de acontecer.

Arbitragem de Luís Reforço muito fraca, marcando um conjunto de faltas inexistentes nas imediações da área do Portimonense.

O Portimonense a confirmar o seu estatuto de "Campeão da 2ª volta". 14 Jogos, 7 vitórias, 6 empates e uma única derrota. Ascende ao 10º lugar com hipóteses de lutar pelo 8º lugar na última jornada.

Depois de na 1ª metade o Portimonense ter passado por algumas dificuldades, indo para o intervalo com um lisonjeiro nulo, após as entradas de Raphael e Vouho o Portimonense ganhou ascendente na partida e acabou por vencer. Uma palavra de apreço para Raphael, que fez uma grande exibição sendo decisivo na conquista destes 3 pontos. Parece que a jogar no lado direito do ataque, junto à lateral, o seu Futebol ganha outra dimensão, mais agressivo e forte no 1 para 1. Vouho voltou a ser o talismã e marcou mais uma vez, o 5º golo da temporada em poucos minutos de utilização (em 8 jogos foi suplente utilizado).

FORÇA PORTIMONENSE!

4 comentários:

luismiguel disse...

jogadores a manter a todo o custo: mario felgueiras, wellington, miguel, nunos p. coelho, tarantini e vouho. com mais uns reforços temos equipa para subir pro ano.

fabio disse...

se tivessemos feito uma melhor primeira volta...
5*
força portimonense..

Anónimo disse...

IMPRESSIONANTE O REGISTO DE VOUHO!!!LEVA 8 MEIAS PARTES,NALGUNS CASOS ATE MENOS E LEVA 5 GOLOS MARCADOS!!!VOUHO RESOLVE!!!ASS.NUNO PACHECO

Anónimo disse...

GRANDE JOGO DE NUNO ANDRE COELHO,TARANTINI SOLTOU-SE NA SEGUNDA,FOI DELE O REMATE QUE PROPORCIONOU A DEFESA DA TARDE A MARCIO RAMOS,RAPHAEL PELA FORMA ABNEGADA COM QUE ENTROU AO SER DELE A JOGADA DO GOLO!E CLARO O GRANDE VOUHO MAIS UMA VEZ DECISIVO,AO APARECER DE ROMPANTE AO PRIMEIRO POSTE,MAIS RAPIDO QUE O CENTRAL,OPORTUNO E LETAL A FACTURAR!!!VOUHO FEZ-NOS VOAR PRA VITORIA!!!ASS.NUNO PACHECO