sábado, 4 de outubro de 2008

JUNIORES: Vitória sem contestação!







Os Juniores do Portimonense continuam sem conhecer o sabor da derrota, vencendo o jogo de hoje com alguma facilidade.
A tarde de bonito sol que se fez sentir em Portimão inspirou os Juniores para um jogo autoritário, que fez baixar bastante as hostes visitantes, que durante os noventa minutos nunca conseguiram acercar-se com perigo da baliza de Fábio Sapateiro. Com naturalidade, o Portimonense conseguiu, à passagem do minuto 15, adiantar-se no marcador. Tony, que já tinha anteriormente ensaiado esta jogada, apostando no seu potencial no um para um, conseguiu flectir do lado esquerdo do ataque do Portimonense, tirou um defesa do caminho na entrada da área e rematou forte para o fundo das redes. A partir deste momento do jogo, e com tantas facilidades concedidas pelo adversário, os homens da casa abrandaram um pouco o ritmo de jogo permitindo que o U. Montemor conseguisse, durante alguns minutos, chegar perto da área do Portimonense, embora sem perigo.
O Portimonense só não chegou ao intervalo a vencer por uma maior diferença, talvez mais pela falta de prontidão dos atacantes do que por falta de oportunidades. António e Hernâni, testaram por algumas vezes a pontaria do seu pontapé, contudo não estava escrito que marcariam.
Na etapa complementar deu-se a primeira substituição, com a saída de Pina para a entrada de Pedro Rodrigues "Farsolas", que entrou muito bem na partida. Com espaço para trabalhar os seus pormenores, conseguiu executar dois passes de golo certo, um com uma triangulação fantástica entre "Farsolas", António e Anderson, em que este último isolou-se frente ao guarda-redes visitante e rematou cruzado para fora. Outro que também poderia ter facturado nesta segunda metade foi António, muito bem a partir completamente os defesas forasteiros, conseguiu ficar frente ao guardião montemorense, não conseguindo fazer o golo.
O 2º golo só surgiria aos 75', com o médio Victor a progredir no terreno, levando a bola do centro para a esquerda, desviou um adversário e desferiu um remate colocado, fazendo assim o golo da tranquilidade alvinegra.
Até ao final do encontro foi a gestão absoluta do tempo restante. Vitória justíssima, que peca por escassa.
Duas notas finais. Uma para o árbitro da partida, por sorte do Portimonense o União de Montemor não conseguiu jogar muito perto da área alvinegra, caso contrário, e se alguém dos alentejanos caísse, seria assinalada grande penalidade, sem dúvida. Péssimo este árbitro!
A segunda para felicitar o aniversariante de hoje, Parabéns Tomás de todo o grupo do Blog do Portimonense.


Força Juniores!
Força Portimonense!

2 comentários:

Anónimo disse...

Certos arbitros protegem descaradamente as equipas alentejanas.
Isto não acontece só com o Portimonense, tenho visto situações identicas com outros clubes.

zé disse...

vamos la miudos..confiança malta..
rumo á subida