quarta-feira, 19 de novembro de 2008

BRASIL 4 - PORTUGAL 0. VADO TORNA-SE INTERNACIONAL



8 de Junho de 1989, no maior Estádio do planeta!
Portugal era derrotado no Estádio do Maracanã por 4-0. Foi neste jogo que Vado se tornou Internacional português enquanto jogador do Portimonense. Obrigado, Vado!
Artur Jorge era o Seleccionador... curiosamente outro nome que traz boas recordações às gentes de Portimão.

A 8 de Junho de 1989, no mítico Estádio Maracanã, a equipa lusa foi presenteada com uma goleada (4-0), frente aos «canarinhos», orientados por Sebastião Lazaroni, Treinador que passou pelo Marítimo na época passada.
Recuando até 1989, encontram-se vários nomes brasileiros com ligações ao Futebol português. Acácio, Mozer, Valdo, Branco, Ricardo Gomes, Aldair e Silas estiveram nessa goleada que encantou o público presente no recinto do Rio de Janeiro.
Bebeto começou por desequilibrar as contas, com dois golos na 1ª parte. Na etapa complementar, Ricardo Gomes ampliou a vantagem e Charles fechou a contagem, batendo o guarda-redes Neno pela última vez.


FICHA DE JOGO:


BRASIL: Acácio; Jorginho (Branco, aos 66'), Ricardo Gomes, Mozer (Aldair, aos 86'), Mazinho, Bernardo, Edu Manga (Cristóvão, aos 65'), Silas (Geovani Silva, aos 65'), Valdo, Bebeto (Zé Carlos, aos 79') e Charles.
Treinador: Sebastião Lazaroni.

PORTUGAL: Neno; João Pinto, Frederico Rosa, Sobrinho, Veloso, Juanico, Nunes, Semedo, Vítor Paneira, Rui Águas, César Brito, Jaime Magalhães (Nunes, aos 42') e Vado (Semedo, aos 70').
Treinador: Artur Jorge.

3 comentários:

marafado disse...

vado era um bom jogador,um excelente centro campista foi pena ter tido muitas lesões ao nivel muscular,pois poderia ter ido muito longe, mesmo assim ainda jogou no braga e maritimo.quanto ao artur jorge a sua passagem por portimão não me deixou saudades,pelo que me recordo não deixou o portimonense bem,não tenho bem acerteza mas julgo que depois foi para o espinho e tb não fez um bom trabalho.

Nuno Pacheco disse...

Marafado, depois de sair do PORTIMONENSE, Artur Jorge rumou ao F.C.Porto, onde viria a sagrar-se campeão Europeu com o célebre golo de calcanhar de Madjer.

marafado disse...

obrigado nuno já me recordo,estava a fazer confusão,ele vei subestituir o manuel de oliveira e no ano seguinte acho que ficou em nono ou decimo lugar,julgo que na altura eram 16 equipas.