sábado, 5 de setembro de 2009

Gonzalo Garavano

Foto: Site Oficial Portimonense


Nome: Gonzalo Garavano
Nacionalidade: Argentina
Nascimento: 26/11/1982 (26 anos)
Naturalidade: Buenos Aires
Posição: Avançado
Altura: 185 cm
Peso: 80 kg

Post publicado originalmente em Janeiro de 2009:

O Blog do Portimonense sabe de fonte segura que o avançado argentino Gonzalo Garavano que actua no Estrela da Amadora está prestes a assinar contrato até final da temporada com o Portimonense. Ao serviço do clube amadorense, o avançado argentino só alinhou em duas partidas da Liga Sagres, não contabilizando qualquer golo. Na Liga Intercalar alinhou em três jogos, contabilizando 182 minutos jogados e um golo frente ao Benfica. Do seu percurso, constam passagens por duas equipas da Série D italiana, pelo futebol salvadorenho, venezuelano, chileno e uruguaio.

A concretizar-se esta transferência, o Blog do Portimonense aproveita desde já para desejar as melhores felicidades a Garavano e que consiga marcar muitos golos ao serviço do Portimonense.
De seguida deixamos a ficha de jogo respeitante ao único golo marcado por Gonzalo Garavano em jogos oficiais ao serviço do Estrela da Amadora.


Clube de Futebol Estrela da Amadora 5-0 Sport Lisboa e Benfica
Liga Intercalar - Campeonato de Inverno - Zona Sul
4ª Jornada.
Escalão: Seniores B.
Local: Complexo Desportivo de Monte Galega, Amadora. Data: 19 de Novembro de 2008.

CLUBE DE FUTEBOL ESTRELA DA AMADORA: Filipe Mendes; Filipe Figueiro, Hugo Carreira "capitão", Ney, Nelson Pedroso, Marco Paulo (Marcelo Resende, aos 71'), Pedro Pereira, Vítor Vinha, Celsinho, Garavano (Hamilton Junior, aos 76') e Anselmo (Adul Baldé, aos 60').
Suplentes não utilizados: Diogo Oliveira.
Equipa técnica: Lázaro Oliveira (Treinador).

SPORT LISBOA E BENFICA SAD: Diogo Freire; Abel Pereira "capitão", João Pereira, Pedro Eugénio (André Soares, aos 46'), Ivanir Rodrigues (Lassana Camará, aos 26'), Roderick Miranda, Diogo Figueiras, Leandro Pimenta (Domingos Silveiro, aos 69'), David Simão (Danilo Pereira, aos 54'), José Alves e Nelson Oliveira.
Suplentes não utilizados: Pedro Miranda, Augustin Billa e Hélio Vaz.
Equipa técnica: João Alves (Treinador).


Árbitro: Hélder Malheiro.
Árbitros assistentes: Paulo Moreira e Tiago Gameiro.

Resultado ao intervalo: 5-0.
Marcadores: Garavano (5') 1-0; Celsinho (16') 2-0; Anselmo (22') 3-0; Anselmo (34') 4-0; Celsinho (40') 5-0.


Melhores em campo: Celsinho (Estrela da Amadora) e Lassana Camará (Benfica).

Análise individual (Estrela da Amadora):
Garavano: Primeiro golo em jogos oficiais pelo Estrela da Amadora. Saiu aos 76' para a entrada em campo de Hamilton Júnior.


Percurso:

2003: Rangers de Talca (Chile) - Sujeito a confirmação
2003/04: US. Raguza (Itália)
2004/05: US. Paolana (Itália) e Alianza (El Salvador)
2005/06: Mineros de Guayana (Venezuela)
2006: Coquimbo Unido (Chile)
2006/07: Deportivo Italia (Venezuela) - 13 jogos/2 golo
2007/08: Rampla Juniors (Uruguai), - 12 jogos/5 golos
2008/09: Estrela da Amadora (Liga Sagres) - 2 jogos e Portimonense (Liga Vitalis) - 8 jogos (220 minutos)/4 golos
2009/10:
Portimonense (Liga Vitalis)

9 comentários:

Anti-olhao disse...

mas que visual do blog é este??
nao se percebe nada, sem separadores, nao se percebe nada!
metam isto como tava sff

Mourinho disse...

Se do joao paulo acreditava que era melhor dos que cá estao, a qualidade deste ja é mais duvidosa, mas prontos espero que seja uma agradavel surpresa e nos dê muitas alegrias!

Nuno disse...

Aparece um que vocês nunca sugeriram, nem vos vos passava pela cabeça este jogador, nem a mim.

Este jogador foi observado para ser contratado?? Alguma vez...

Em breve olhar ao seu historial...muito mau

Lá ver o que sai daqui...

Toy Marafado disse...

Gonzalo Garavano é claramente um valor sólido no Futebol Português. Jogou nas competitivas ligas de El Salvador, Chile e Equador, tendo marcado sempre para cima de 40 golos. Grande contratação. Jogou pouco no Estrela porque estava tapado por um monstro consagrado do Futebol Português, Anselmo.
Rocha, já não chega de gozares connosco?
Para trazer uma trampa destas para o Portimonense, mais valia pagar os ordenados em falta na Formação, isso sim teria sido de grande carácter.

Nuno Pacheco disse...

É claramente um jogador cujo passado não abona nada a seu favor...mas pode ser que nos surpreenda...

Hugo disse...

Gostei do que vi no Estrela-Benfica e espero que ele faça golos ao serviço do Portimonense já que os "jogadores" da 1ªliga vao pa Olhao!!

guetov disse...

Nuno, vou ser muito honesto e confessar-te que só anteontem soubemos deste possível reforço (o processo para a sua vinda está muito adiantado) e nunca nos passou pela cabeça que este jogador poderia constituir opção para reforçar o sector ataquante do Portimonense.

Compreendo e aceito que por questões de ordem económica/financeira não exista possibilidade de adquirir jogadores que constituam mais-valias para o plantel. Ou seja, João Paulo Oliveira, Furtado e Semedo entre outros poderão exigir verbas que o Portimonense não possa pagar e compreende-se.

Poderia-se apostar em algum jogador da formação (Hernãni leva nove golos marcados ao serviço dos juniores) mas muito sinceramente começo a pensar que apesar de se ouvir dizer desde os tempos do Prof. Luís Martins que a aposta seria na formação e nos jovens, pela forma como esses mesmos jovens têm ou não sido integrados nos treinos da equipa principal, não existe na prática qualquer interesse nos jovens jogadores formados no nosso clube. Pergunto se ja existiu por parte da Direcção algum convite a algum jovem jogador em assinar contrato por exemplo para a próxima época enquanto profissional? Também questiono se a equipa técnica dos juniores e os seus jogadores já receberam por parte da Direcção algum elogio e os parabéns por se encontrarem em 1º lugar no Campeonato? E já agora, se algum membro da Direcção está a pensar deslocar-se a Pina Manique no próximo sábado de forma a apoiar os nossos jovens jogadores na difícil partida frente ao Casa Pia?

Será que Fábio Sapateiro, Anderson ou Hernãni seriam apostas completamente descabidas, podendo algum deles ser emprestado para rodar, mas partindo sempre do princípio que ficariam vinculados ao Portimonense?

Será que a prestação de Douglas Codó ao serviço do GD Lagoa tem vindo a ser acompanhada por quem de direito? O seu contrato acaba no final da época e ao que julgo saber ainda ninguém mostrou interesse em garantir um jovem jogador que tem estado em evidência ao serviço de uma equipa que apenas lidera em igualdade pontual com o Pinhalnovense a IIª Divisão B Série D.

Será ou não mais lógico tentar apostar em jovens valores da IIª Divisão B ou mesmo da IIIª Divisão em detrimento de jogadores que apresentam um percurso abaixo de medíocre apesar de poderem jogar nas duas principais ligas do futebol nacional?

Contudo e por uma questão de respeito ao atleta desejo muito sinceramente as maiores felicidades a Gonzalo Garavano ao serviço do Portimonense. Que faça pelo menos aquilo que Vouho fez a época passada. E já agora, por falar em Vouho, porque será que tanto ele como Fofana, anunciados como reforços no início da temporada acabaram por nunca vir?

Nuno disse...

Não estou a criticar negativamente de não terem sugerido este jogador antes. Alias, até pode ser um elogio. lloll

Acho bem um jogador vindo dos juniores ser emprestado a um clube de divisão inferior no seu 1º ano de sénior, para começar a jogar com regularidade com homens já feitos. Não podem é ser esquecidos e têm que ser observados, porque pode estar ali um possível reforço no plantel sénior no próximo ano.

Para os juniores actuais, acho arriscado serem atirados aos leões tão tenrinhos(Jogar no plantel sénior do Portimonense), excepto raras excepções (Ronaldos etc).

Falas na aposta de jovens das II e III divisões. Também concordo e devidamente observados. Mas isso pode ir contra àquilo que disse antes (amigos/empresários, etc)

Quando se tem pouco dinheiro, tem-se mais trabalho para contratar bom e barato. E parece que a vontade de ter esse trabalho é pouca.

Anónimo disse...

ena o toy esta a soltar a franga