domingo, 22 de fevereiro de 2009

LIGA VITALIS - 19ª Jornada : Portimonense 1-1 Stª Clara


DUARTE GOMES PEDALA PARA O ÓSCAR DE MELHOR REALIZADOR COM O FILME "FUGA PARA A VITÓRIA II"!


Duarte Gomes quis ser protagonista poucas horas antes de Alberto Contador arrebatar a 35ª Volta ao Algarve

Coelho, Internacional A ao serviço do Portimonense e o melhor lateral-direito da história do clube, esteve hoje nas bancadas do Municipal de Portimão

Garavano ajuda a compôr o péssimo relvado do Municipal de Portimão

Grupo de Adeptos sempre presente!

Muita Juventude Portimonense nas bancadas

Rui Ferreira voltou a Portimão






Portimonense e Santa Clara empataram a uma bola, em encontro da 19ª jornada da Liga Vitalis, disputado no Municipal de Portimão, partida em que o protagonista foi o árbitro Duarte Gomes.

Um golo mal anulado a Nuno Prata Coelho que faria o dois a zero, uma expulsão justa a Raphael Freitas por resposta a agressão de um jogador do Santa Clara que ficou em campo depois de esbofetear o brasileiro, amostragem de cartões amarelos e faltas assinaladas com critérios completamente distintos, mancharam o trabalho do árbitro, que porventura a poucas horas de saber quem serão os vencedores dos Óscares quis concorrer a Melhor Realizador...

O Portimonense foi claramente superior ao líder, tendo desperdiçado várias oportunidades de golo, dominando a partida, mesmo após ter ficado reduzido a dez unidades.

O árbitro lisboeta provou que algo vai muito mal na arbitragem e o público presente no Municipal não escondeu a sua indignação por mais uma vez ver a nossa equipa a ser escandalosamente prejudicada.

O Portimonense entrou muito bem no jogo e logo aos 18 minutos, inaugurou o marcador através de um livre directo, superiormente apontado por Emídio Rafael, tendo a bola ainda embatido na barra da baliza de Alemão.
Vasco Matos, ainda no decorrer da primeira metade do jogo, fez a bola passar por cima do guardião Alemão, mas um defensor do Santa Clara conseguiu tirar a bola que se dirigia para a baliza. Resultado lisongeiro ao intervalo para o líder do Campeonato, que pouco ou nada fez para apoquentar Alê.

No início do segundo tempo, surgiu o primeiro lance polémico do jogo, com Nuno Prata Coelho a atirar de cabeça para a baliza, com o golo a ser anulado por alegado fora-de-jogo que não existiu, e pouco depois, aos 57 minutos, o Portimonense ficou reduzido a 10 jogadores, devido à expulsão de Raphael Freitas. Incompreeensível a atitude do brasileiro e também do árbitro ao não expulsar igualmente o jogador do Santa Clara que agrediu primeiro o nosso jogador.

Gonzalo, praticamente no lance seguinte, falhou uma oportunidade flagrante de golo, quando isolado, foi incapaz de acertar na baliza. Pouco depois, o argentino acertou no poste da baliza do desamparado Alemão, após um bom cabeceamento.

O Santa Clara chegou à igualdade, na sequência de um lançamento de linha lateral, com Rincon a conseguir desviar ao poste mais distante, batendo Alê que podia ter feito muito mais para evitar que a bola entrasse.

Quase no final da partida, Gonzalo fez a bola passar por cima do guardião açoreano, com um dos centrais do Santa Clara a evitar o golo em cima da linha. O argentino teve uma manhã bastante infeliz apesar de ter saído de campo completamente esgotado. Na nossa opinião merecia ter marcado pelo menos um golo.

Lito Vidigal estreou-se desta forma em jogos disputados em casa, mostrando-se muito interventivo, tal como o seu adjunto Fernando Morgado.


FICHA DE JOGO


Domingo; 22 de Fevereiro de 2009; 11:15h
(TRANSMISSÃO EM DIRECTO NA SPORT TV1)
Estádio: Municipal de Portimão.
Nº de Espectadores: 1853.
Árbitro: Duarte Gomes (AF. Lisboa).
Assistentes: José Lima e Pedro Garcia.
4º Árbitro: Marco Pina.
Observador: João Gaspar.


Portimonense:
Alê; Ricardo Pessoa "capitão", Anílton Júnior, Heslley e Emídio Rafael; Nuno Prata Coelho, Diogo Melo e Luís Loureiro (Henrique, 65'); Raphael Freitas, Vasco Matos (Rui Pedro, 88') e Gonzalo Marronkle (Garavano, 92').
Suplentes não utilizados: Paulo Ribeiro; Nilson, Maxi Assis e Narcisse Yameogo.
(João Vítor e Philco foram os preteridos)
Treinador: Lito Vidigal.

Santa Clara: Alemão; Hernâni, João Dias, André Pinto, Nuno Sociedade, Oliveira (Valter, 79'), Pacheco, Ruy Neto, Nuno Santos (Neto, 74'), Vouho (Rui Ferreira, 92') e Rincon.
Suplentes não utilizados: Botelho; Danilo, Ianique e Rui Gomes.
Treinador: Vítor Pereira.


Ao intervalo: 1-0.
Marcadores:
1-0 - Emídio Rafael (18').
1-1 - Rincon (67').

Acção disciplinar: cartão amarelo para Raphael Freitas (21'), Luís Loureiro (24'), Vasco Matos (56'), Gonzalo Marronkle (68') e André Pinto (71). Cartão vermelho directo a Raphael Freitas (57').

13 comentários:

Bruno disse...

O arbitro esteve realmente muito mal,mas não foi o unico,não foi ele que falhou naqueles lances de golo eminente que o Portimonense falhou

guetov disse...

Mas mesmo com aqueles falhanços, o Nuno Coelho fez o 2-0, um jogador do Santa Clara tinha sido expulso, para não falar da quantidade de lances ajuizados ao contrário, sempre ou quase sempre a favorecer o Santa Clara...

Anónimo disse...

Arranjam o video do jogo sff.

Ruben disse...

Nem ponho em questão se o treinador é bom ou mau, ainda não tem tempo suficiente, mas colocar o Henrique a médio esquerdo, o Rui Pedro aos 88 e o Garavano aos 90, são decisões no mínimo discutiveis, por muito tempo que tenha passado de pé a intervir...

Já para não falar de que não houve um unico jogador que tivesse feito uma exibição por aí além... nem um para a amostra. Jogou-se um péssimo futebol

De qualquer forma o Portimonense acabou por não vencer por culpa da desastrosa actuação do árbitro. Das maiores roubalheiras que vi naquele estádio nos últimos tempo.

Os nossos avançados continuam a falhar golos escandalosos (não é o treinador que os vai ensinar), e as alas, não funcionam de todo. Vasco Matos e Raphael Freitas, raramente tiveram intrevenções posítivas.

Nota para a utilidade do Garavano, que pelos vistos, veio do Estrela da Amadora, para queimar tempo nas substituições.

Nuno disse...

Na tv dá para ver ou não que o Nuno Coelho estava em fora de jogo?

E o golo do Emídio, a bola entrou mesmo?

Independentemente das decisões do arbitro, não ganhamos por culpa própria, o Portimonense fartou-se mais uma vez de falhar golos.

Um golo incrivelmente falhado, foi do Gonzalo que dava o 2-0. Assim é complicado ganhar algum jogo. Por muito que custe o arbitro não pode meter a bola lá dentro pelo Portimonense.

Há jogadores em nítida baixa de forma, como o Emídio e mais preocupante o Ricardo Pessoa que foi um desastre.

Vasco Matos, Raphael Freitas e Diogo, os 3 juntos não fazem 1. Dois destes, diz-se que foram vistos ao vivo no Brasil!!! Era no mínimo pedir desculpa pelo dinheiro gasto na viagem

Os nossos avançados, Gonzalo e Henrique não sei quando é que voltam a marcar algum golo.

O Garavano, gastar dinheiro em salários para jogar 2,3 minutos por jogo, enfim...o Lito Vidigal já o conhece melhor que nós.

O Luís Loureiro que tem potencial para ser o patrão do meio campo, está longe do prometido, embora mesmo assim eu achar que é titular de caras.

A promessa Rui Pedro...é o futuro para a nossa selecção!?
Se for, comecem-se a habituar a não ganhar a Albânias.

O Narcisse não jogar, enfim...

Apesar disto tudo acho que estamos a fazer um bom campeonato e a manutenção mais tarde ou mais cedo irá ser garantida.

Há que rever esta política desportiva, mais de 70 jogadores contratados em 2 anos e meio, e quase 80% foi lixo. Assim é constantemente jogar dinheiro para a rua. Não se cria um projecto de base e sólido para o futuro.

Dário Guerreiro disse...

o duarte gomes foi regular: tem sido sempre regular a apitar mal todos os jogos, por isso, a exibição dele não me surpreende. fico inevitavelmente triste, mas não surpreendido.

Ricardo disse...

se nao foi o melhor jogo do psc esta época teve muito perto disso!
deu me muito gosto ver o nosso clube jogar assim!!

Anónimo disse...

ESCÃNDALO NO ESTÁDIO DO PORTIMONENSE
Os árbitros roubam-nos escandalosamente.
São ladrões legalizados.
Roubos feitos à descarada.
Sem dúvida que trabalhámos muito para o golo...sem dúvida que a bola teimou em não entrar por ansiedade, trapalhice ou falta de pontaria. Mas acima de tudo o resultado foi trabalhado pelo árbitro cuja missão era levar-nos ao prejuízo o que conseguiu descaradamente.

Miguel disse...

Segundo o que me disseram, o golo do Nuno Coelho foi legal.

Na expulsão do Rafael Freitas, este é ostensivamente agarrado pelo pescoço, e foi ao tentar livrar-se dessa acção faltosa por parte do jogador do Santa Clara que acertou no seu adversário e acabou por ser expulso. O árbitro nem viu a falta do jogador do Santa Clara (ou fez que não viu), nem viu a suposta agressão, como se pode comprovar pela sua reacção de indecisão, lá acabando por optar pela expulsão do nosso jogador.

Foi, sem sombra de dúvida, uma arbitragem vergonhosa, com nítido pendor para os forasteiros.

Quanto às opções que o nosso técnico tomou após a expulsão do R.Freitas, e que reconheço serem discutíveis, mas que, sendo bem analisado, apesar da inferioridade numérica, a nossa equipa não se retraiu, e na minha opinião, acabou mesmo por se superiorizar ao adversário - que é o líder isolado desta liga -, como bem atestam o numero de golos perdidos. Talvez tenham sido mexidas positivas, aliadas ao facto de os nossos jogadores terem apresentado uma grande atitude competitiva, algo que gostaria de enaltecer.

Quanto ao resto, concordo com o que já foi mencionado sobejamente.

1) Falhamos uma média de 5/6 oportunidades de golo escandalosas por jogo, e assim é dificil ganhar jogos.

2) A politica desportiva deste clube é aquilo que sabe, embora tenhamos de reconhecer, como atenuante para esse facto, a dificuldade em manter atletas nesta divisão, sobretudo quando eles dão nas vistas.

3) Garavano parece-me ser muito "tosco", especialmente a jogar com os pés, embora possa quiçá, ser um bom homem de área.

Simõesonov disse...

O livre do Emídio entrou mesmo.

O Golo do Coelho é limpo. Saíu em linha mas a desmarcação é tão rápida que "enganou" o fiscal de linha.

Portimonense prejudicado mas atenção: há tantas oportunidades claras de golo falhadas que não temos nenhuma necessidade de nos desculparmos com a arbitragem.

O erro da anulação do golo ao Coelho (lance difícil de ajuizar) não se compara aos falhanços do Gonzalo, estes sim, quase escandalosos.

Anónimo disse...

mas oh nuno tu vais ver o portimonense pra apioar ou pra ver quem foi pior em campo? é que a equipa apesar de tudo esteve muito bem e msm assimpra ti nada nem ninguem esteve bem...
enfim sao pessoas como voce que mais vale ficarem em casa porque nem sabem o que é uma bola...
qt aos falhanços na frente é notório para todos o meio campo penso que esteve bem e para alem do mais a equipa esta a subir de rendimento e acima de tudo de confiança...
o narcisse n jogar? s ele teve na selecção uma semana n treinos nenhum dia com a equipa e iria ser titular no bessa? se a equipa ganhou nao ha que fazer alterações...
mas claro isso é pra quem entende de futebol..
apesar de tudo gostei mt da atitude dos nossos jogadores em campo. continuem assim pk ainda vamos fazer um resto de uma boa epoca...

Anónimo disse...

nuno és um sebo

Nuno disse...

Anónimo das 13:59.

És o sócio de sonho de qualquer director desportivo.