domingo, 15 de fevereiro de 2009

LIGA VITALIS - 18ª JORNADA: PORTIMONENSE VENCE NO BESSA (1-0)

Lito Vidigal estreou-se com o pé direito

Hugo Santos marcou o golo da vitória!


O Portimonense venceu esta tarde no Estádio do Bessa XXI, o Boavista por 1-0.
Quase 3 meses depois de ter conseguido a sua última vitória (23/11, 1-0 sobre o Oliveirense), o Portimonense voltou a vencer, no jogo de estreia do Treinador Lito Vidigal ao comando dos alvinegros.
Depois de uma 1ª parte algo pobre, Hugo Santos marcou o único golo da partida aos 59'.
O Portimonense acabou por conseguir segurar uma preciosa vantagem, embora nos últimos 15' minutos do encontro tenha jogado reduzido a 10 jogadores, devido à expulsão de Fausto Lúcio por acumulação de amarelos.
Lito Vidigal teve uma estreia auspiciosa, trazendo a sorte (e as vitórias!) que há muito andava arredada de Portimão.
Face às derrotas de Oliveirense e Gondomar, o Portimonense afastou-se um pouco mais dos lugares de despromoção, igualando o Boavista na 12ª posição, com 7 pontos de vantagem sobre os últimos classificados.
Mais informações acerca desta vitória nas próximas horas.

7 comentários:

Anónimo disse...

então socios? queriam o pOntes certo? O Fernandinho sabe muito disto! com o Lito vidigal vamos dar-lhes uma estalada de luva branca!

Socio nº734

Anónimo disse...

Será que é agora que vamos ouvir o hino do Portimonense na Rádio RFM ???
Vamos lá Simoesonov dá-nos lá essa alegria se puderes.

Anónimo disse...

Esta vitória também é para si Mister Pontes.
Um grande abraço Portimonense.

Simõesonov disse...

Sim, passámos há 5 minutos :)
Cumps

Anónimo disse...

Chegar, ver e vencer!! É assim com LITO VIDIGAL!!Mas alguém tem duvidas?? O Lito Vidigal é um excelente técnico!! Vejam os resultados por onde ele tem passado!! Por favor..deixem-se de questionar as pessoas sem as conhecerem! Força LITO!!Força Portimonense!

Anónimo disse...

TRETAS, a culpa nâo morre SOLTEIRA.
DIGAM a VERDADE da golpada baixa do rochinha ao SR. PONTES.

Anónimo disse...

Sou um assíduo visitante deste blog, mas nunca tinha tido a ousadia de fazer até agora qualquer comentário, porque assisto com regularidade às maiores contradições e atrocidades ao longo destes comentários, que não queria fazer parte desta estatistica.

No entanto e após mais um comentário relacionado com o Sr. Vitor Pontes, senti a obrigação de dizer presente, porque só entendendo o que éo futebol e toda a sua complexidade, é que se entende a natureza da inteligente medida que a direcção do clube tomou ao mudar de treinador.

Penso que não terá sido uma decisão fácil e que certamente não terá sido tomada de ânimo leve, mas foi corajosa e necessária.

Duante a época passada, após a chegada de VP, esteve o PSC ainda muito tempo mal classificado e sem ganhar nenhum jogo, mas sentia-se que a equipa estava a melhorar e que iriamos sair do sufoco em que nos encontravamos e atingiriamos o objectivo traçado mais jornada, menos jornada.

Agora passava-se o inverso, ou seja, a classificação ia piorando de jornada para jornada, e uma vez chegados abaixo da linha de água, muito dificilmente já de lá se sai, basta recordar os exemplos das equipas que desceram nos últimos anos e, portanto entendo a necessidade de actuar no sentido de inverter esta tendência, pelo que mais uma vez reafirmo que na minha opinião foi uma boa decisão, embora incómoda.

Sou também da opinião de que este plantel é bem mais estruturado e oferece na sua generalidade melhores soluções do que o da época passada, que convém recordar o facto de muitas das pessoas que o elogiam agora, são as mesmas que o ano passado não lhes reconheciam valor, mas o futebol é assim mesmo.

Quanto a não ter vindo este ou aquele jogador, não acredito que não tenha sido em conssonância com VP, pois no futebol moderno não há nenhum plantel em que o treinador não tenha um papel decisivo na sua constituição, e por isso estou convicto que os que cá estão tiveram a benção do VP e, outros que não vieram foi porque provavelmente entendeu que estes seriam melhores escolhas, pois caso não acreditasse na real valia destes elementos teria tido a faculdade de bater com a porta e não o fez, assim sendo, não julguemos apenas uma parte sem sabermos as razões da outra.

Assisti também neste espaço a algumas criticas que considero injustas a VP, e lá está, as mesmas pessoas que o criticavam e o queriam substituir, são aquelas que agora sentem não ter sido a sua substituição a melhor solução. Afinal em que ficamos?

Esta direcção tem dado credibilidade ao clube e de acordo com as noticias, têm passado momentos muito complicados para combater o enorme passivo de um clube cujas receitas são escassas, pelo que os deveriamos apoiar mais e não estar sempre a fomentar a desunião, mas este não é apenas um problema local, pois diariamente através dos jornais podemos constactar que do contra há por todo o país, mas quando chega a hora das eleições, nunca aparece ninguém interessado em comandar uma nau de dificil navegação.

Como em qualquer mandato directivo, iremos sempre recordar melhores e piores actos de gestão, com melhores ou piores resultados, mas não vejo neste momento no nosso concelho, pessoas com maior capacidade e credibilidade e com vontade de lá estar para além destes elementos, pelo que louvemos esta situação pois as eleições não estão longe e não queremos que o PSC volte a ser aquilo que foi num passado recente.

Não nos podemos esquecer, que à semelhança da maioria dos clubes portugueses se a câmara municipal não apoiar directa ou indirectamente através das suas empresas municipais, estes mesmos clubes não têm viabilidade, pelo que me parece fundamental que para a CMP continuar a apoiar é necessário que acredite na competência e na credibilidade de quem dirige os destinos do clube.

É um comentário muito longo de alguém que foi jogador do clube e que estará sempre disponivel para o honrrar.