domingo, 29 de março de 2009

JUNIORES - FASE FINAL: Partida Empatada... Pelo Vento!










Casa Pia 1-1 Portimonense

No primeiro embate da 2ª Fase, o Portimonense deslocou-se a Pina Manique, para defrontar a equipa do Casa Pia, conseguindo um precioso ponto, que tanto conta neste patamar da competição.
Num jogo onde o vento foi adversário das duas formações, os alvinegros tentaram tirar proveito deste factor e não fosse o travessão da baliza estar no local errado, teriam os forasteiros inaugurado o marcador à passagem do minuto 35. Em resposta, o Casa Pia criou um par de situações perigosas, com os seus homens dianteiros a errar o alvo.
Mais Portimonense na 1ª parte, jogando um Futebol directo através de bolas longas. Um dos lances mais perigosos saíria dos pés do guarda-redes alvinegro Fábio Sapateiro, pontapé longo, com a bola a saltar frente ao guarda-redes da casa e quase a entrar na baliza.
Por volta do minuto 45, pontapé forte pela esquerda, a bola bate no braço de um defesa Casapiano, com o Juiz a nada assinalar.
Ao intervalo o empate era algo injusto, uma vez que o Portimonense foi a melhor equipa em campo.
Com a 2ª metade, mais vento, desta feita contra a baliza do Portimonense, com o Casa Pia a controlar os primeiros 15 minutos desta etapa. Face a esta condicionante, os alvinegros resolveram abordar o jogo de uma outra forma, previligiando a bola no pé. Numa fase em que o Portimonense se acercava da baliza adversária com algum perigo, Anderson resolveu tirar uma das suas jogadas individuais, muito comum neste atleta, depois de driblar dois adversários, "arrancou" um pontapé fortíssimo e bem colocado, que só parou no fundo das redes do Casa Pia.
Alcançado este objectivo, e ao contrário do que seria esperado, os visitados não reagiram ao tento sofrido, e o Portimonense ia criando situações de perigo no reduto defensivo dos homens da casa.
O golo do empate surgiu de grande penalidade, bem assinalada, com o defesa alvinegro a deixar o braço na trajectória da bola, lance a papel químico do ocorrido na área do Casa Pia na 1ª metade, mas desta vez o árbitro da partida viu!
Destaque para a excelente atitude dos Juniores Portimonenses.
O Prof. José Augusto, embora se tratásse de um jogo da Fase decisiva do Campeonato, lançou mais um Juvenil neste plantel, Tiago Fernandes, que entrou para o lugar de Farçolas a 5 minutos do final, algo perdido ainda, mas com muito empenho.
A este jovem, o Blog do Portimonense, deseja as maiores felicidades.


Força Juniores!
Rumo á Primeira!

9 comentários:

Anónimo disse...

entao e as fotos?? :)
Força Psc

Toy Marafado disse...

Face à qualidade de alguns dos actuais jogadores do Futebol Sénior, acho que estou a vibrar mais com os Juniores do que com os Seniores. Excelente a foto do Anderson a correr para o banco a festejar!

Simões disse...

Eu gravei uns vídeos com o telemóvel. Qualidade fraquinha, mas vou ver se os trago amanhã.

Ah, o golo do Anderson foi enorme! A quase 25 metros da baliza, a correr com a bola no pé.

Bruno disse...

Concordo com o que o toy disse,mas já se sabe como é,chega-se ao fim da epoca e poucos/nenhuns sao aproveitados para a equipa senior,depois vemos "jogadores" nos seniores que só são jogadores de profissao

E já agora hoje é dia 30 de Março e Assembleia Geral no Portimonense nem ve-la

Simões disse...

Pois Bruno mas nenhum jogador sai de Portimão inválido. Todos levam as duas pernas e podem ser bons noutro clube qualquer.

Nenhum jogador dispensado da formação do Portimonense acabou por se impôr noutro clube qualquer com as mesmas ambições do nosso. O Portimonense tb tem culpa disso?

Da IIB para baixo talvez vejas alguns. Ao nível das Ligas principais, assim de repente não estou a ver nenhum jogador da nossa formação que tivesse sido dispensado para se transformar numa mais valia de outro clube. E bem podemos recuar uns bons anos.

Isto apenas mostra que as dispensas não acontecem por acaso. O problema deve ser outro: falta-nos encontrar os jogadores acima da média para a formação, ao nível das camadas jovens.

Simões disse...

Claro que o ideal era termos vários jogador formados pelo nosso clube no plantel profissional. Uma equipa com que nos possamos identificar. Mas... haverá qualidade para isso, mantendo a equipa no mesmo patamar? É aqui que reside a minha dúvida...

Sem termos connosco os melhores jogadores de toda a região das camadas jovens, parece-me difícil.

Ruben disse...

Concordo que os jogadores da formação têm chegado ao último ano de junior, pouco preparados para enfrentar o futebol sénior.

Existem duas explicações possíveis. Ou a matéria humana não tem qualidade suficiente, ou a formação dada foi deficiente.

No primeiro caso, a probabilidade de haver bons jogadores de futebol em Portimão e arredores, é tão grande como noutra qualquer cidade da dimensão da nossa. A única explicação para o sucedido numa situação destas, seria uma má prospecção ou, como muitas vezes se especula, não são escolhidos os melhores, quer para jogar, quer para ficar no plantel, mas os que têm mais influências exteriores. Espero que seja mesmo só especulação.

No segundo caso, a falta de condições para treino, a falta de projecto ou de uma linha de rumo, ou metodologias, poderão ser aspectos a ser melhorados. Parece me que as pessoas que lideram as equipas tecnicas são pessoas qualificadas.

Só quando se melhorarem estes aspectos se poderá dar mais oportunidades aos jovens oriundos da formação, caso contrário, apenas por sorte, sairá algum jogador acima da média.

De qualquer forma, percebo os argumentos de quem defende que deviam ser integrados mais jogadores da formação, porque se é verdade que os nossos jovens andam a jogar pela II B, alguns jogadores a quem foram pagos salários a peso de ouro, estão a jogar nas distritais do Brasil e da Argentina, ou também na IIB.

Paulo disse...

Simões, e os outros 8 ou 9 que nunca jogam, mas integram o plantel senior???
Será que se conseguiram impor ou só estaram a impor-se salarialmente falando?
Essa discussão dava pana para mangas na verdade.
Ainda mais valor tem um jogador que se sente á partida excluido do plantel senior do clube que representa, digo eu....

Toy Marafado disse...

Enquanto adepto do Portimonense, aceitava melhor uma goleada em Olhão com miúdos da "cantera" nos 18, do que com o Henrique, Raphael, Asís, Paulo Ribeiro...