quarta-feira, 11 de março de 2009

Presidente Fernando Rocha garante que os algarvios têm os salários em dia



O Presidente do Portimonense, Fernando Rocha mostrou-se favorável às medidas apresentadas pela Direcção da Liga, "para dignificar o Futebol", sugerindo ainda uma nova redistribuição das receitas dos direitos televisivos.

"Concordo, mas é um assunto que tem de ser debatido com todos para que se encontrem soluções que possam dignificar o Futebol, sem penalizar os clubes. Como em todas as actividades, terá que haver o cuidado de manter os ordenados e todas as contas em dia", afirmou à agência Lusa, garantindo que a equipa algarvia tem os salários em dia.

As equipas profissionais que tenham salários em atraso em Maio de 2009 vão ficar impedidas de competir na próxima temporada, decidiu ontem a Direcção do organismo que organiza os campeonatos profissionais, embora a medida tenha ainda que ser aprovada em Assembleia Geral.

Fernando Rocha defende que esta acção tem de ser acompanhada por "outras medidas que proporcionem outros rendimentos à Liga de Honra porque, tal como está, não tem receitas suficientes e corre o risco de passar a ser uma liga de amadores." "Trata-se de um Campeonato bastante competitivo e tem de se equacionar uma redistribuição de receitas, nomeadamente as referentes aos direitos televisivos, como acontece na Liga principal", concluiu.


FONTE: "Jornal Record"

11 comentários:

Anónimo disse...

Concordo com tudo o que está escrito mas se existem funcionários no clube que são profissionais em certos departamentos como por exemplo: Fisoterapia porque não rentabilizar essa área e arranjar condições e abrir ao publico em geral mas principalmente aos sócios, seria uma forma de encaixaire algum dinheiro e inlusivé uma fonte de receita, e por fim o clube não teêm dinheiro para quaise nada porque não acabar com os ordenados de certos directores, e ai iria sobrar dinheiro para pagar aos treinadores do futebol juvenil, ai sim seria uma gestão á séria, acho que seria uma posição aceite pela direcção do clube e quem não aceitasse pois temos pena mas passo a expressão "Porta da rua serventia da casa..."

Bruno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno disse...

Acho bem os salários em dia,mas as medidas não se deviam ficar por ai,deviam obrigar os clubes que têm passivo em abate-los em "x" tempo se esse prazo não fosse cumprido a pena era a descida de divisão e introduzir a medida de ordenado minimo nacional obritorio para os jogadores,em que o ordenado minimo nacional seria o vencimento base,ou superior a isso,mediante negociação entre clube e jogador,o resto da folha salarial seriam os premios de jogo

Anónimo disse...

os salários do futebol não tão em dia 2 meses em atraso tenho eu!

Anónimo disse...

Anónimo das 14.29 se tens 2 meses de salários em atraso dá-te por contente pois à quem tenha 3 meses! Quanto ao anónimo das 13:38, achas que alguns directores iriam abdicar dos seus salários?? Oh meu amigo nos clubes há sempre alguém que mete dinheiro ao bolso sem fazer nada! Qualquer dia o pessoal da formação até tem de pagar ao Portimonense para treinar. Agora o que achava bem bem era o futebol juvenil começar a funcionar muito à parte do futebol senior pois o dinheiro que a Câmara dá nunca vai parar por completo à formação como todos sabemos. Mas para isso seria necessário pessoas capazes e com alguma inteligência na frente do futebol juvenil. E penso que esse tipo de pessoas existem bem mais perto do que pensam.

Anónimo disse...

Penso pelo peso que o Blog já exerce no Clube que esta situação dos salários em atraso na formação já deveria ter vindo publicada no blog. Afinal de contas não é este blog claro e transparente nas diversas situações com que o Portimonense se depara? Ou serão vocês, colaboradores do blog, por vezes proibidos de publicar comentários e artigos dos aspectos negativos que o Clube apresenta?
Não creio nessa situação pois assim seriam mais uns a encobrir e a não fazer transparecer todos os assuntos do clube! Penso que o vosso trabalho tem vindo a ajudar o clube pois antes da criação deste blog o clube era mais um que andava aí e agora basta um clic para se saber tudo sobre o PORTIMONENSE. Um abraço a todos.

guetov disse...

Para podermos abordar/investigar a questão dos atrasos na Formação, terá de existir alguém que entre em contacto connosco (blogdoportimonense@gmail.com) ou comigo (guetov@netcabo.pt) e identificando-se perante nós nos informe do sucedido.

Até agora ninguém se identificou (necessitamos de conhecer a fonte, apesar da mesma permanecer no anonimato perante a opinião pública), algo que nos impede de avançar.

Posso garantir, em meu nome, que tudo farei em relação a este ou outro assunto que tenha a ver com o Portimonense e procuraremos/procurarei saber mais com quem de direito. Terão de compreender que necessitamos/necessito de mais informação e de conhecer as fontes para podermos/poder ir mais além.

Anónimo disse...

Caro Guetov!
Realçando o seu excelente trabalho em prol do Clube, ao nivel dos interesses do mesmo e do seu admirável apoio que tanto presta ao Clube da nossa Terra, como deve imaginar se as pessoas se auto-idenficarem, saberá muito bem que o mesmo poderá trazer repercussões aos autores dos comentários que têm a vindo a ser colocadas nestes artigos em relação ao Futebol Juvenil. Actualmente o Portimonense e mais concretamente no futebol juvenil o mesmo é composto por um quadro humano jovem, que tanto preza pelo Clube, que no seu dia-a-dia trabalha com afinco na certeza de estar a formar homens para num futuro próximo encararem a realidade em termos profissionais e pessoais, quer tenham a sorte de serem jogadores profissionais de futebol ou enveredarem por uma outra carreira profissional. Com isto tudo à que saber respeitar e dar valor a este grupo técnico jovem que apesar das dificuldades que por vezes lhes apresentam ainda continuam lá porque gostam daquilo que fazem e também porque adoram o Clube. Se fossem aqueles treinadores que à uns anos o Futebol de Formação tinha aí sim queria ver se ainda lá estavam alguns. Por isso pede-se respeito a essas pessoas que tanto admiro e que muito têm feito pelos jovens atletas.

guetov disse...

Quem me conhece sabe aquilo que defendo em termos de Formãção.

Foram sobretudo três factores que me levaram a colaborar com este espaço:

1)Identificar-me com o projecto liderado pelo Prof. Luís Martins, apoiado pelo Prof. Vítor Maçãs que privilegiava a aposta na Formação, Formação esta constituída por técnicos qualificados.
2)Rever-me nesta Direcção, que entre outros factores, fez questão de afirmar que o Portimonense colocaria sempre os jovens em primeiro lugar.
3)Pensar que esta Direcção teria a capacidade de assegurar uma boa gestão e conduzir o Portimonense a outros rumos.

Como muito bem sabem os meus amigos/colaboradores deste espaço, é com muito desagrado e muita tristeza que assisto à situação vivida na Formação. Sei que não é fácil assegurar a 100% os salários e compreendo a insatisfação de quem não recebe. O que mais me preocupa e entristece é o facto de quem de direito não dar uma palavra, uma satisfação a quem se encontra numa posição de credor.

Mais triste fico por saber que a grande maioria dos técnicos que trabalham no Portimonense são qualificados e possuem todas as condições para trabalhar com jovens. Os jovens que evoluem na Formação têm nos técnicos e nos fisioterapeutas que os acompanham uma mais-valia que não existe em muitos clubes e de certeza que os seus encarregados de educação sabem que estão bem entregues, que os seus filhos estão acompanhados por pessoas competentes que contribuem para o seu desenvolvimento e para a sua aprendizagem, factores fundamentais que marcarão para sempre as suas vidas enquanto pessoas e atletas.

Se num futuro próximo, os responsáveis do Portimonense abdicassem deste modelo e destas pessoas, em detrimento de outras sem qualificações, que se limitem a gritar, que desconheçam o treino indicado para jovens, correndo-se o risco de serem criados vários tipos de patologias, algumas crónicas, não formando nem jovens atletas nem pessoas, sendo os exemplos tantos que me dispenso a enumerá-los, então seria dar um tiro em ambos os pés.

Com isto não quero dizer que indivíduos não qualificados em termos académicos não possam trabalhar com jovens. Penso no entanto que deverão e poderão ser integrados numa estrutura liderada e constituída por quem é devidamente qualificado.

A situação ideal era ter José Mourinho, Carlos Queiroz, Rui Faria, entre outros, a trabalharem para a Formação dos clubes e das selecções jovens.

Se um dia verificar que o Portimonense abandonou por completo esta linha podem ter a certeza que muito dificilmente continuarei ligado a este projecto e voltarei a acompanhar o clube como fazia antes, à distância, pois não me identifico com aquilo que se passava em tempos passados...

Sempre afirmei que o trabalho efectuado pelo Paulo era o mais gratificante e o mais importante entre tudo aquilo que fazemos no blog.

Acredito que ainda se vai a tempo de salvar e resolver esta questão respeitante à formação, basta que as pessoas responsáveis assumam as suas responsabilidades e defendam aqueles que tão bem trabalham com e para os jovens. Ou então, está na hora de mudar as mentalidades, as atitudes e as pessoas...

Simõesonov disse...

Numa matéria tão sensível como a dos ordenados em atraso, não basta pegar numa frase anónima e lançá-la para a cabeça do blog.

Obviamente que todos compreendemos que trabalhar sem receber é injusto e incorrecto. Vai totalmente contra os princípios que sempre defendemos. Se apontamos o dedo a clubes que não pagam, teríamos obrigatoriamente que dar a mão à palmatória se o nosso próprio clube não o fizesse com os seus funcionários. Tal deixar-nos-ia tristes pois, mais do que ninguém, os que formam os nossos jovens são pessoas que não se limitam a dar pontapés na bola: são também formadores de homens... em especial da nossa cidade.

Oficialmente não temos conhecimento de nada. As notícias que vêem a lume falam unicamente do plantel sénior que, aparentemente, tem tudo regularizado.

Mas como devem compreender não conhecemos todos os meandros do Portimonense para podermos afirmar taxativamente que em determinada secção o clube está em incumprimento.

Uma notícia deste género tem de ter uma fonte de informação segura, ou seja, alguém disposto a dar a cara... que até agora nunca apareceu.

Resta-nos desejar que, caso estes rumores sejam verdadeiros, tudo possa ser resolvido da forma que todos sabemos ser justa.

Cumps

Nuno disse...

Gostava de saber o salário dos directores.

Para haver sempre interessados, não se deve pagar mal.

Esqueci-me do amor ao clube...