sexta-feira, 15 de maio de 2009

SELECÇÃO DISTRITAL DO ALGARVE SUB-14



Tendo em vista o Torneio Inter-Associações "Lopes da Silva" (Jamor, 20 a 27 de Junho de 2009), o Departamento Técnico da Associação de Futebol do Algarve agendou mais um Treino de Preparação, no próximo dia 20-05-2009 (4ª Feira), no Complexo Desportivo Arsénio Catuna Nº2 – Guia (Relva Sintética).


CONVOCADOS (25 JOGADORES):

LOULETANO DC. (5) - Daniel Eusébio, Raul Carminho, Miguel Martins, Tiago Costa, João
Santos.
IMORTAL DC. (4) - César Coelho, Rúben Gregório, Ricardo Nascimento, Luís Bandeira.
CF. ESP. LAGOS (3) - Afonso Ventura, Nuno Alves, João Rocha.
LUSITANO FC. VRSA (2) - Rui Lopes, Francisco Reis.
FC. S. LUÍS (2) - Tiago Guerreiro, André Soares.
PORTIMONENSE SC. (2) - Rafael Silva e João Freitas.
CD. ODIÁXERE (1) - Paulo Macedo.
GINÁSIO C. TAVIRA (1) - João Pereira.
SC. OLHANENSE (1) - Simão Valente.
SL. FUSETA (1) - Inácio Mascarenhas.
INTERNACIONAL ALMANCIL (1) - Fernando Nóbrega.
GD. MONTENEGRO (1) Rodrigo Mesquita.
SR. 1º JANEIRO (1) Ricardo Viegas


O Portimonense mantém dois elementos na convocatória, Rafael Silva e João Freitas, a quem o Blog do Portimonense deseja as maiores felicidades.

4 comentários:

Anónimo disse...

Caros colegas que se preocupam com os seus clubes e com o futebol em geral, façam passar a mensagem porque o Madail e os seus comparsas andam a preparar a cama!
Se não estamos atentos qualquer dia estamos vendidos a Cuba ou a Marrocos!

AG Extraordinária
Quarta-Feira , 13 Maio 2009
Os sócios ordinários da Federação Portuguesa de Futebol vão reunir em
Assembleia Geral Extraordinária no próximo dia 23 de Maio (sábado), pelas
10h00, na Sede da Federação Portuguesa de Futebol (Auditório "Manuel
Quaresma" da Sede da FPF).
Licenciamento de Clubes para a II e III Divisão em discussão
Tendo por base o sistema de Licenciamento da UEFA, a Federação
Portuguesa de Futebol pretende com a aprovação Regulamento de
Licenciamento de Clubes para a II e III Divisão, que os clubes passem a ter
uma licença que lhes permita participar nas competições a que
desportivamente tenham direito de acesso, cumprindo critérios financeiros,
administrativos, legais e de infra-estruturas.
A introdução do sistema de licenciamento visa, genericamente, alcançar
padrões mais elevados e uniformes de qualidade para benefício de toda a
comunidade do Futebol Português.
A implementação deste Regulamento será gradual e obedecerá a prazos a
serem definidos para informação/divulgação e adaptação dos clubes a este
sistema que tem por filosofia estabelecer critérios que não possibilitem
desigualdade competitiva.
“Conheço bem as enormes dificuldades, nomeadamente financeiras, pelas
quais os clubes passam neste momento. Sei, por isso, que nunca poderemos
impor um Manual de Licenciamento com critérios de tal forma exigentes que
implique o fim da maioria dos clubes. No entanto, se isto é verdade, creio que
é urgente que os clubes tenham noção de que a sua organização interna tem
que ser bem estruturada, que a sua responsabilidade é enorme e que a
gestão tem que ser cada vez mais cuidada e responsável. Por muito que
respeitemos o amor que muita gente tem pelos seus clubes, chegou o tempo
de perceber que esta actividade, mesmo nos escalões não profissionais não
pode ficar dependente de apoios esporádicos e voláteis que, quando faltam,
deixam os clubes, os atletas e toda a gente, numa situação muito vulnerável”,
afirma Gilberto Madaíl.
Quadros competitivos da II e III divisão
A reformulação dos quadros competitivos da II divisão prevê a redução de
quatro para três séries. Subirão à Liga de Honra dois clubes – as três equipas
vencedoras de cada uma das séries (zona Norte, Centro e Sul) jogarão entre
si (com jogos em casa e fora) e as duas primeiras classificadas subirão de
divisão. Descerão à terceira divisão os últimos quatro classificados de cada
uma das séries que será composta por 16 equipas.
Em relação ao Campeonato Nacional da III divisão estará em discussão a
fase transitória em que serão constituídas oito séries (A,B,C,D,E,F, Açores e
Madeira) em que os primeiros seis classificados disputarão a subida (subirão
os dois primeiros de cada série e os primeiros das séries Açores e Maderia) e
os seis restantes a descida .
Estará ainda em discussão a reformulação da III divisão Nacional, incluindo
este projecto a III Divisão Pro-Nacional de âmbito Distrital/Regional, ou seja,
as Associações Distritais de Futebol organizarão os campeonatos (com um
mínimo de dez clubes) e apontarão, até ao segundo domingo de Abril, os
ORGANIGRAMA
EVENTOS
ESTATÍSTICAS
LEIS E REGULAMENTOS
RELATÓRIO E CONTAS
Centro de Estágios e Formação
Desportiva de Rio Maior
vencedores à FPF. Os 20 vencedores de cada um dos campeonatos, mais os
segundos classificados das quatro Associações com mais clubes inscritos
disputarão o acesso à II divisão – subirão doze equipas, os dois primeiros de
cada uma das seis séries de quatro equipas que serão criadas de acordo com
a localização geográfica dos clubes.
Eis a ordem de trabalhos da reunião magna federativa:
I – Aprovação da acta da Assembleia Geral Extraordinária de 31.01.2009.
II – Alteração do Regulamento de Arbitragem, Artigos 59, 66, 91 e 168.
III – Rectificações:
a) Regulamento de Provas Oficiais – Artigo 103.20
b) Regulamento Disciplinar – Artigos 73 nº 6 e 7.
IV – Quadros Competitivos Futebol Masculino
a) Alteração do Regulamento de Provas Oficiais, artigos 401.01, 401.02,
401.04, 401.06, 402.01, 403.02 e Disposição finais (II Divisão Nacional);
b) Alteração ao Regulamento de Provas Oficiais, Artigos 501.01, 501.02,
502.01, 502.02, 502.03 e disposições finais referentes ao Campeonato
Nacional da III Divisão (Sistema Transitório);
c) Alteração do Regulamento de Provas Oficiais, Artigos 601.01. 601.02 e
604.4 (Taça de Portugal época 2009/2010);
d) Alteração do Regulamento de Provas Oficiais referente ao Campeonato
Nacional da III Divisão, Artigos 1600.01 a 1603.01 (Pró-Nacional).
V – Quadros Competitivos de Futebol Feminino:
a) Alteração do Regulamento de Provas Oficiais artigos 1401.01 a 1404.01;
b) Campeonato Nacional Futebol Feminino – Sistema Transitório época
2009/2010;
c) Aprovação Regulamento de Provas Oficiais referente ao Campeonato de
Promoção Futebol Feminino, Artigos 1501.01 a 1507.02.
d) Aprovação Taça de Portugal de Futebol Feminino.
VI – Aprovação do Regulamento de Licenciamento de Clubes para a II e III
Divisão.

FONTE: FPF (Federação Portuguesa de Futebol)

guetov disse...

Um grande abraço André, apareceste na altura certa, agora que eu tenho muito pouco tempo disponível para o blog, para não dizer nenhum!

Em termos pessoais, deves saber que defendo a formação e os jovens.

Por motivos de ordem profissional e pessoal não me é possível por enquanto acompanhar este projecto mas acredita que é um orgulho ver alguém tão jovem a integrar a equipa.

Pensa que podes e deves utilizar este espaço, não só publicando posts sobre a tua faixa etária, mas também escrever sobre outros assuntos.

Força André!

A.P disse...

Obrigado pela confiança , guetov !

Farei os Possiveis ;)

Paulo disse...

André, bem vindo ao grupo dos que nada teem para fazer.....
Grande abraço pelo teu primeiro trabalho no Blog do Portimonense, parabens e obrigado.