domingo, 30 de agosto de 2009

LIGA VITALIS - 3ª JORNADA: Desportivo de Chaves 1-1 Portimonense

FONTE: Jornal "Record"


O Desportivo de Chaves, de regresso às competições profissionais de Futebol, fez hoje o Portimonense perder os primeiros pontos na Liga Vitalis 2009/10, ao impor um empate 1-1 no Estádio Municipal de Chaves, na 3ªJornada.

Os locais somaram o segundo ponto na prova, depois de terem começado com uma derrota em casa por 1-0 com o Feirense e empatado 1-1 no terreno do Desportivo das Aves, enquanto os algarvios vinham de duas vitórias, por 3-1 no estádio do Estoril-Praia e por 2-1 em Portimão sobre o Beira-Mar.

Com este resultado, o Feirense, que na segunda jornada goleou o Varzim em casa por 4-0, ficará isolado no comando da Liga de Honra, caso hoje vença na visita ao Beira-Mar, num "derby" do Distrito de Aveiro que começa às 16 horas.

O resultado do jogo do Estádio Municipal de Chaves não reflecte, no entanto, o que se adivinhava ao intervalo, pois os locais dominaram totalmente na primeira parte e recolheram ao balneário em vantagem no marcador e em número de jogadores.

O Portimonense ficou reduzido a 10 unidades aos 33 minutos, quando Nelson Pedroso foi expulso por acumulação de cartões amarelos, e viu os transmontanos adiantarem-se no marcador no primeiro minuto de descontos, num remate de bicicleta de Carlos Pinto após um canto de Castanheira.

O Desportivo de Chaves já tinha desperdiçado algumas boas oportunidades para marcar, nomeadamente aos 7 minutos, quando Clemente falhou o golo após centro de Danilo, e aos 9, num lance em que Capuco rematou em desequilíbrio ao poste, após um falhanço espectacular de Alê.

A única oportunidade do Portimonense na primeira parte aconteceu aos 12 minutos, num remate de Jorge Monteiro ao qual Rui Rego correspondeu com boa defesa.

O inicio do segundo tempo trouxe um Portimonense totalmente transformado, para melhor, e um Chaves a não tirar proveito da superioridade numérica, tendo os algarvios chegado ao empate aos 52 minutos, num remate de cabeça de Pires também após a marcação de um canto (batido por Jorge Monteiro).

O empate premeia o esforço dos jogadores do Portimonense e representa um castigo merecido para o Desportivo de Chaves, que não soube aproveitar a dupla vantagem, numérica e no marcador, com que chegou ao intervalo.



FICHA DE JOGO

DOMINGO, 30 DE AGOSTO DE 2009; 11:15H

TRANSMISSÃO EM DIRECTO NA SPORT TV1

Estádio:
Municipal de Chaves
Assistência:
cerca de 1200 espectadores
Árbitro:
Lucílio Batista (Setúbal)


Desportivo de Chaves:
Rui Rego; Danilo, Ricardo Rocha, Hesley (Lameirão, 15'), Eduardo, Bruno Magalhães, Carlos Pinto, Castanheira, Siaka Bamba (Vítor Silva, 67'), Capuco e Clemente (Diop, 55'). Suplentes não utilizados: Daniel Casaleiro; Samson, Vítor e João Fernandes.
Treinador:
Ricardo Formosinho.

Portimonense:
Alê; Ricardo Pessoa "capitão", Balú, Rúben Fernandes e Nélson Pedroso; Adriano, Diogo Melo (Calado, 46'), Aragoney (Ben Traore, 46') e Pedro Moita; Jorge Monteiro (Vasco Matos, 82') e Pires. Suplentes não utilizados: Pedro Silva; Nilson, Bruninho e João Pedro.
Treinador:
Lito Vidigal.


Ao intervalo:
1-0.
Marcadores:

1-0 -
Carlos Pinto, 45+1 minutos.
1-1 -
Pires, 52'.

Acção disciplinar:
cartão amarelo para Heslley (9'), Nélson Pedroso (18' e 33'), Carlos Pinto (21'), Capuco (64') e Alê (71'). Cartão vermelho para Nélson Pedroso (33'), por acumulação de amarelos.



FONTE: JORNAL "O JOGO"

4 comentários:

João Batista disse...

Como é possivel o site da Liga Profissional, não acertar com uma ficha de jogo do nosso Portimonense.
Hoje é nas substituições. Têm o Alé a ser substituido aos 46´ e a levar cartão amarelo aos 71. Tem sido isto todas as semanas, mas se calhar até com estas falhas até nos estão a dar sorte.

Saudações portimonenses

João Batista

Rui Tomás disse...

Não há palavras para descrever a arbitragem (se é que se pode chamar isso) do senhor Lucílio Baptista. Já mal corre, apita tudo à distância e não há justificação para a expulsão do Nélson Pedroso. Não só não foi falta, como não havia explicação para o segundo amarelo. Condicionou a partida e não se percebe como um juíz destes foi internacional português.

Bruno disse...

Foi um jogo mais interessante e bem jogado do que aqueles que vi este vim de semana da Sagres,Paços-Guimaraes e Academica-Sporting.
O arbitro teve mal, ao não expulsar o nº10 do Chaves,o treinador Lito teve mal ao nao substituir o Nelson Pedroso logo apos o ultimo aviso,teve 10 minutos para realizar a substituiçao,ja que o jogador Capuco estava a aproveitar-se ou a ser fiteiro e isso fez com que o nosso jogador fosse expulso.
Atitude positiva do Portimonense,que mesmo a jogar com 10 nunca deixou de procurar jogar para o melhor resultado possivel.Melhor do Portimonense,para mim foi o Pires,pior foi sem duvida o Diogo

Nuno disse...

Nem pergunto o porquê da sua contratação, quando mais a aposta constante no 11 titular.

Pedro Moita

Um jogador que se diz ala, neste jogo com o chaves, nem sequer fez uma tentativa de cruzamento para a área. Mesmo jogando a lateral isso não serve de desculpa. Por falar a defender, também todos passavam por ele.

Não é preciso esperar pelo Ivanildo, já existe agora opções bem mais viáveis no seu lugar, como o Bruninho e até o Vasco Matos.

Pena o Balu no momento ser opção no centro da defesa, Diogo continua com um futebol muito curto.

Parece ser até ao momento boas contratações as de Balu, Pires e Adriano.

Excelente atitude do Portimonense, raras no futebol Português, chegou ao empate fora de casa com menos um jogador e mesmo assim tentou sempre chegar à vitoria.