quarta-feira, 9 de julho de 2008

"DO BAR PARA OS GRANDES PALCOS" - NILSON EM DESTAQUE NA EDIÇÃO DE HOJE DO JORNAL "RECORD"

CLIQUE NA IMAGEM PARA AUMENTAR


Este é o título do artigo que o Record dedica a Nilson, transferido do GD. Lagoa para o Portimonense. Uma nova oportunidade na vida deste jovem que ultimamente trabalhava num bar em Alvor e que agora se poderá dedicar a 100% ao Futebol, enquanto profissional.

O que ganhava no Futebol era curto para as necessidades, pois o meu pai está doente, em casa, com diabetes e precisava de ajudar a família" - explicou Nilson ao Record sobre a opção de ter um outro emprego para além do Futebol.

O mesmo artigo acrescenta que Philco, Vouho e Fofana são esperados hoje em Portimão.

11 comentários:

Simõesonov disse...

É sempre melhor saír do bar para os grandes palcos, que dos grandes palcos para o bar. Parece que alguns ex-jogadores eram peritos nesta segunda hipótese.

luismiguel disse...

eh eh eh.
este pelo menos se não jogar sempre pode dar uma ajuda no bar no intervalo dos jogos.
eh eh eh

Simõesonov disse...

Não brinques, Luís. Se era para ajudar a família, aqui fica o meu primeiro aplauso da época para o Nilson. Eu tb sou dj e sei bem o que às vezes custa deixar o sofá de casa para ficar a pé até às tantas.
Força Nilson! Que o futebol te dê um "empurrão".

Anónimo disse...

CONGRATULO-ME PELO FACTO DO PORTIMONENSE TER CONTRIBUIDO PARA O MELHORAR DAS CONDIÇOES DE VIDA DE UM JOVEM QUE PASSA POR DIFICULDADES FAMILIARES.FORÇA NILSON!DISFRUTA DESTA OPORTUNIDADE.ASS.NUNO PACHECO

Anónimo disse...

És um grande homem Nilson e ainda um maior filho.
Dedica-te com o mesmo amor e empenho com que te empenhastes para ajudar teu pai.
O mundo precisa de filhos como tu.
Ass:Uma mãe

luismiguel disse...

não quis de maneira nenhuma ofender ninguem até porque acho que o que ele fez é sem duvida de louvar e espero que este salto na carreira lhe possibilite continuar os seus planos.
foi apenas uma brincadeira pra nao levarem a mal.

Anónimo disse...

santa casa da misericordia portimonense

gerbazio disse...

grande exemplo para todos os que sonham chegar a futebolistas profissionais. A jogar num clube e a trabalhar num bar ao mesmo tempo conseguiu esforçar-se o máximo para ser-lhe dado uma oportunidade!
Muitos Parabens e muita sorte para o futuro!!!!

Anónimo disse...

PHILCO,FOFANA E VOUHO CONTINUAM AUSENTES.NO TREINO DE HOJE HOUVE ALGUM TRABALHO FISICO,SEGUIDO DE EXERCICIOS COM BOLA(CONTROLE,PASSE,CABEÇA)EM GRUPOS DE DOIS E POSTERIORMENTE DE QUATRO JOGAORES.POR ULTIMO DIVIDIU-SE OS JOGADORES PRESENTES EM TRES EQUIPAS,DE FORMA A TRABALHAR-SE A POSSE E CIRCULAÇAO DE BOLA.OS GUARDA-REDES FIZERAM TREINO ESPECIFICO COM O TECNICO LUIS MANUEL.ASS.NUNO PACHECO

Anónimo disse...

Há outro jogador a servir no TWINS Bar na Praia da Rocha. Na rua do Cruzeiro. Salvo erro o nome é Nuno
Por motivos identicos....pela sobrevivencia.
Porque não o contactam?

Simõesonov disse...

Talvez porque os problemas pessoais de cada um não são o motivo que leva o Portimonense a contratar jogadores.

No caso do Nilson, pelos vistos, trata-se de um jogador com utilidade para o nosso clube, que pela evolução demonstrada chegou onde queria. Obviamente que não é por ter o pai doente que o Portimonense lhe dá um contrato...

Que sirva de motivação para outros jovens à procura de um lugar no futebol profissional.

cumps