terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

INICIADOS "A" - CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DISTRITAL DA AF. ALGARVE - 14ª JORNADA: FC. FERREIRAS 3-1 PORTIMONENSE





O Portimonense deslocou-se no passado domingo, de manhã, ao terreno do FC. Ferreiras, com o pensamento no 2º lugar, uma vez que se conseguisse a vitória ascenderia à vice-liderança por troca com o seu adversário e encurtaria a distância para o líder Lusitano VRSA. No entanto as contas sairam-lhe furadas, face à derrota sofrida por 1-3, o que afasta cada vez mais o Portimonense do 1º lugar (O Portimonense com menos um jogo realizado está a 12 pontos do Lusitano VRSA!).
Foi logo a partir do 1º minuto que as duas equipas se anularam, num jogo muito equilibrado.
A 1º parte foi nula no que toca a golos, onde a pouca inspiração dos intervenientes foi compensada com uma grande entrega ao jogo. Muitos pontapés para a frente e lançamentos laterais marcaram a 1ª metade da partida, onde pouco Futebol se viu, num campo de dimensões reduzidas, que acabou por beneficiar mais o jogo directo do FC. Ferreiras.
O Ferreiras mostrou pouca organização, apostando essencialmente no estilo de passe directo e nos remates de longe. O Portimonense bem tentou pôr a bola no chão, e trocá-la como bem sabe, mas tanto o campo, como a equipa adversária, não concederam o mínimo espaço para tal.
Nos últimos 15 minutos da 1ª parte, o Portimonense sacudiu a pressão e começou a andar mais próximo da baliza adversária, embora sem êxito.
Através de um pontapé de canto cobrado por Guilherme, Nicolae cabeceia a bola e esta bate na barra.
No último minuto da 1ª parte, grande penalidade contra o Portimonense, por falta cometida por Ricardo João. Filipe, confiante, defendeu as suas redes e garantiu o nulo ao intervalo.
A 2ª parte começou bem para o Portimonense, que entrou galvanizado na procura da vitória. Numa falta a meio-campo, sofrida por Ricardo João, Guilherme cobra-a rapidamente, e, com um excelente passe, isola João Tristão, que com um chapéu perfeito adiantou o Portimonense no marcador.
Os locais reagiram quase de imediato e passados 5 minutos, no seguimento de um pontapé de canto, um jogador do Ferreiras a marcar de cabeça e a deixar tudo na mesma...
A partir deste momento foi o descalabro Portimonense, incapaz de travar o ascendente do seu opositor.
Como que despertos pelo golo da igualdade, o Ferreiras marcou mais dois golos de rajada, cavando uma diferença irrecuperável no marcador.
Derrota inglória dos comandados de Fábio Raimundo, que, depois de se terem adiantado no marcador, não foram capazes de suster o adversário.

Melhores dias virão rapazes, não desanimem!


3 comentários:

Paulo disse...

Ganda Gui, bem vindo ao Blog do Portimonense, parabens pelo artigo.

Anónimo disse...

Eh bem Gui... Sempre com o teu portugues super correcto continua amigo!

Tristão

A.P disse...

É pois , se fosse matemática , já nãe era asssim !

Né gui !?!?!

xD